X

NOTÍCIA

Armário do Bem é a nova prática socioambiental da FAHOR

Publicada em: 13/04/2018 | Assessoria de Comunicação FAHOR

A política de responsabilidade ambiental da Faculdade Horizontina - FAHOR é definida a partir das características e das ações que são desenvolvidas em seus ambientes.

Nessa semana deu-se início a uma nova prática socioambiental, no Campus Arnoldo Schneider. O Armário do Bem prevê que estudantes e colaboradores iniciem um processo de pensar mais no próximo, no consumo consciente, no respeito ao meio ambiente e, assim, retomar alguns valores importantes para a boa convivência, como gentileza, solidariedade e gratidão.

De acordo com a Dra. Marliza Reichert, professora do Curso de Engenharia Ambiental da FAHOR e coordenadora do Núcleo de Ações Ambientais, a proposta do Armário do Bem é oferecer artigos que estão em funcionamento e não são mais utilizados em casa, para outras pessoas que podem estar precisando. “Criamos um espaço comum para essa troca, no prédio Central do Campus, onde os artigos menores podem ser expostos no Armário e os maiores podem ser informados em etiquetas disponíveis no mesmo lugar. Quem precisa, leva e deixa algo em troca, que pode ser outro produto, um cartão de agradecimento ou algumas moedas. Estas deverão ser depositadas no “cofrinho”, que está no armário e depois, o valor será utilizado para melhorar e ampliar o projeto”, comenta a professora.

Podem ser deixados no “Armário do Bem”, eletroeletrônicos (celulares, rádios, equipamentos domésticos...), os quais estejam em bom estado de conservação e de funcionamento.

Ao lado do Armário encontra-se o “Baú do Agasalho”, uma parceria entre o Núcleo de Ações Ambientais e o Diretório Acadêmico FAHOR, em que qualquer pessoa pode deixar doações de roupas, em bom estado de conservação. Quando o baú estiver cheio as peças serão doadas em campanhas ou para instituições. Inicialmente a campanha é para arrecadação de agasalhos para o inverno 2018.