X

NOTÍCIA

Escrita cartográfica e construção de capacitores marcam aula de Física

Publicada em: 25/04/2018 | Assessoria de Comunicação FAHOR

Os alunos do curso de Engenharia de Controle e Automação tiveram como desafio na disciplina de Fundamentos de Eletricidade, elaborar um relatório de uma aula prática com uma “escrita cartográfica, desenvolvida a partir de um experimento em aula no laboratório de Física da FAHOR, com a professora Valéria Jerzewski.

A professora Valéria explica que o método  da escrita cartográfica, de forma introdutória, destina-se ao acadêmico interessado na cartografia enquanto prática de pesquisa, oferecendo provocações iniciais acerca do tema.

“Em minha trajetória enquanto pesquisadora e orientadora de pesquisa, constantemente deparo-me com processos investigativos que requerem metodologias ativas.  Muitas vezes senti a necessidade de oferecer um método  que pudesse ser uma porta de entrada a quem pretende se aventurar pelo exercício cartográfico. Mais do que uma metodologia científica, a cartografia aqui é entendida enquanto uma prática ou pragmática de pesquisa. A ideia de pragmática está ligada a um exercício ativo de operação sobre o mundo, não somente de verificação, levantamento ou interpretação de dados. O cartógrafo,  assumido enquanto pesquisador, atua diretamente sobre a matéria a ser cartografada. No entanto, ele nunca sabe de antemão os efeitos e itinerários a serem percorridos. E aescrita foi um sucesso”, garante a professora.

A criatividade dos estudantes surpreendeu tanto que seguem alguns títulos da escrita, produzidos pelos acadêmicos: Entre choque e conhecimento; Meu primeiro capacitor; o polo eletrizado de Lourenço;  Descobertas de um aprendiz de automação; Noite elétrica; El capacitor; Choques de um acadêmico de Automação.